Os culpados são os outros

O governo, os corruptos, os criminosos, o chefe, a crise, os irresponsáveis. São eles.

Quem os sustenta? Nós. Nós que escolhemos nos afastar. E por isso, os alimentamos, e os justificamos.

Entregamos poder aos outros através de cada compra, cada voto, cada hábito, cada escolha, cada segregação. Através dos nossos empregos, financiamentos e presentes de Natal. Cada ação, feita ou comprada. Cada opção por ignorar o outro.

Institucionalizamos e terceirizamos nossas vidas. E também nossas responsabilidades. Negamos nossa auto-suficiência. A ponto de não ter a menor ideia de como ser plenamente responsável por cada escolha de nossas vidas.

Nós criamos os outros, os culpados.