O mundo não é perigoso

"Privacidade é um muro que nos separa. Separados, nos sentimos inseguros e isso nos faz precisar de mais dinheiro." Jon Jandai.

Acreditamos que o mundo é perigoso. Precisamos nos isolar. Vêm as grades, o condomínio, o carro, a previdência, a carreira, os cargos, os investimentos.

Desconfiamos, vemos uns aos outros como inimigos, nos separamos. Nos isolamos.

Sozinhos, nos sentimos inseguros. Não conseguimos nos proteger, nos alimentar, aprender e evoluir.

Buscamos mais dinheiro para suprir a desconexão. E mais economias para garantir a sobrevivência futura.

Entramos na corrida dos ratos. Vivemos para trabalhar. Nos isolamos cada vez mais por um dinheiro que não garante segurança alguma. Uma falsa liberdade.

É a crença no perigo que faz o mundo ser perigoso.

A abertura proporciona uma mudança de pensamento. É ela que torna o mundo seguro. Somos livres e estamos todos conectados.