Tensão criativa

Quando fazemos o que nunca antes fizemos temos a chance de criar o que nunca antes criamos.

Aquela vontade de escrever, conversar e contar os causos depois de uma viagem é uma pequena amostra da tensão criativa.

É o mergulho no novo que mexe com a gente, cria tensão, e faz com que surja a necessidade de criar.

Sair da inércia nos faz rearranjar as percepções na cabeça. Viver uma situação rara, entrar numa discussão filosófica com um desconhecido, ou lidar com quem normalmente não nos ouve são pratos cheios.

Há uma tensão criativa nas referências novas. um ponto de vista radicalmente diferente nos provoca e mexe com nosso potencial criativo. Seja para defender nossa visão, para transformá-la ou substituí-la.