O amor do fazedor

Empreender é uma caminhada que requer passos diários e constância. Exige, mais do que estar pronto, estar disposto a amar o caminho.

Erros e frustrações vão acontecer mais cedo ou mais tarde. Haverá o produto que não colou, o cliente que não pagou, o tempo de aprendizado não remunerado.

Se fosse fácil, já teria sido feito.

Mas se você deu pequenos e consistentes passos, estará mais pronto pras tempestades quando elas chegarem. Estará curtindo o momento presente e amando seu caminhar.

Aquele papo de "faça o que você ama" não é só papo.  O amor do fazedor pela sua arte é o combustível necessário para ultrapassar o portal da desistência.

A maior parte da nova geração de empreendedores é muito apaixonada pelo que faz. É essa paixão que não deixa a chama apagar. É ela que transforma os baixos em aprendizados que levam pros altos.