Você quer fazer ou quer que exista?

Escolhi estudar design gráfico porque eu gostava de ler revistas, jogar videogame, usar a internet, essas coisas.

Eu queria que existisse design pra que eu pudesse consumir coisas. Mas não queria, necessariamente, desenhar. Hoje, sou designer quando me convém.

Empreendi o Nós.vc porque queria poder ensinar e aprender qualquer coisa, em qualquer lugar.

Eu queria que existisse uma plataforma que me ajudasse. Mas não queria, necessariamente, cuidar dela diariamente. Hoje, o Nós.vc é administrado por outras pessoas. Sou grato por isso.

Você gostaria que existisse um café para ciclistas. Você adoraria se tivesse uma plataforma para poder alugar os carros das pessoas. Você acharia incrível se pudesse comprar produtos responsáveis e acessíveis. Eu também. Mas, hoje, não tenho energia e disposição suficiente para trabalhar por essas ideias. E por isso não sou o empreendedor por trás desses projetos.

Pense na sua ideia, no seu sonho. O seu desejo é fazer acontecer ou poder usá-lo?

Pode ser que você queira apenas que o seu projeto exista. E tudo bem, não há nenhum problema nisso.

Mas, se quiser empreender, é importante que deseje trabalhar por isso. A grande pergunta é: você realmente quer fazer? Está disposto a começar, errar, testar, experimentar, conhecer pessoas, entregar valor e, quem sabe, ganhar dinheiro com isso?

Encontre o que você quer que exista. Mas certifique-se de que você tem energia suficiente para ser a pessoa responsável por fazer acontecer.