Não, isso não é urgente

"Urgente é só gente."

Aprendi com o Diego, no Estaleiro Liberdade, citando um amigo dele. 

A urgência foi banalizada. Se você não é médico (de algumas poucas especialidades), bombeiro (em alguns casos) ou superherói, é muito raro suas demandas de trabalho salvarem a vida de alguém. 

As coisas que a gente faz não são urgentes. Já é difícil fazer o que realmente importa, imagina fazer coisas urgentes assim, todo dia. Não dá.

Pra tentar agradar clientes e chefes entramos na onda do urgente. Fazemos trabalhos piores, com prazos cada vez menores. Alimentamos um monstrinho. 

Demandar com urgência camufla uma postura controladora e mimada. Se é tão urgente assim, faça você mesmo. Seu apartamento está pegando fogo. Você vai pegar o extintor ou mandar um email pra alguém com o assunto "URGENTE"? 

Respire. Deixe de fazer o que é urgente e passe a fazer o que importa.