Empreenda dando passos de bebê

Todos nós nascemos com uma capacidade instintiva de aprendizado. Quando bebês, mexemos as pernas, tentamos engatinhar, imitamos, caímos, rimos, não nos importamos, continuamos. E assim aprendemos a nos levantar, andar e depois correr.

Mas, por algum motivo, perdemos essa naturalidade quando crescemos. Não aplicamos esse jeito de aprender em outras esferas da vida. Escondemos a criança que há em nós. Tentamos dar passos maiores que as pernas. Ou, pior, pensamos demais sobre o passo antes de mover os músculos. Ficamos com medo, criamos expectativas, nos envergonhamos.

Pequenos passos são poderosíssimos na caminhada empreendedora. Quando o movimento é pequeno, os erros são minimizados, o tombo é menor e a confiança cresce. Percebemos os próprios avanços e nos motivamos com eles. O mais importante é tentar, experimentar, começar. Não é acertar, vencer, pular etapas.

Ao aprender a andar não estamos preocupados em correr, se mal sabemos engatinhar. Não nos importamos se vai dar dinheiro. Não fazemos planos de negócios. Não nos preocupamos se estamos preparados. Estamos apenas sendo humanos, brincando, vivendo o momento, evoluindo de maneira consistente.

Se o seu projeto começa pequeno, não há com que se preocupar, o risco é menor, as expectativas também. A capacidade de dar passos firmes cresce gradativamente, se houver leveza e consistência. Dar passos de bebê é a melhor forma de construir uma longa e próspera caminhada.