Você só precisa de duas coisas: começar e continuar

"Pra dançar tango você só precisa de duas coisas: começar e continuar."

Aprendi com meu sócio de Unlock, o Daniel Weinmann.

Não funciona apenas com tango. Começar e continuar são as duas principais atitudes para dar vida a qualquer coisa.

Quer iniciar um novo projeto? Aprender algo diferente? Mudar de profissão? Ter a chance de ganhar dinheiro com isso? Comece.

Começar nos tira do zero e nos dá algo. Atenção: algo é infinitamente maior que zero. Começar merece ser comemorado.

Seu artista favorito começou. O criador do aparelho em suas mãos começou. Tudo que você vê, admira e consome foi começado por alguém.

Acredite, tudo começa mal. Aquilo que você acha que começou bem, na verdade, esconde muito bem seu verdadeiro começo. Tudo começa em sua versão mais primária, precária e primitiva. É o primeiro passo, torto, errado, inseguro, mal feito. Tudo bem, é só o começo.

Aí é que entra a segunda mágica. Pra ter algo bom, um dia, é preciso continuar. Se você não quiser ter algo bom, desistir é uma boa opção.

Quer fazer seu melhor projeto? Ser reconhecido pelo que aprendeu? Se tornar um profissional? Ganhar dinheiro de verdade com isso? Continue.

É a continuidade que nos leva ao bom. Continuar é o pré-requisito para, um dia, fazer algo excelente. É melhorar todos os dias. É um trabalho permanente de formiguinha.

Deseja empreender? Comece. E, se desejar mesmo, continue.