Manifesto dos Pequenos Atos

Estamos descobrindo melhores formas de construir comunidades conectando pessoas. Através desta busca, aprendemos a valorizar:

Confiança - que deve ser respeitada e nunca ameaçada;
Diálogo - é a maneira de construir uma verdadeira relação de confiança;
Contato Pessoal - é experiência mais rica existente, insuperável por qualquer mídia ou tecnologia;
Transparência - é o meio para manter uma comunidade sustentável;
Diversidade - se você precisa de um rótulo, defina-se como Humano;
Auto-organização - líderes emergem, mas não devem existir donos;
Exemplo - é como você deve ensinar, viver e aprender;
Consistência - tudo tem seu tempo, intensidade nem sempre é a resposta;
Doe, doe, doe! - você se surpreenderá como isso retorna rápido;
Faça! - o mais simples possível, apenas o essencial para passar adiante.

Juntos, estes elementos constituem os fundamentos de um Pequeno Ato capaz de transformar vidas.

Este é o Small Acts Manifesto, que descobri com o Henrique Bastos. Um conjunto de práticas e aprendizados acumulados em comunidade. Você pode se envolver, é só praticar. São ações pequenas e que realmente transformam nossas vidas. Não há nada mais convidativo.

A partir de amanhã, farei uma série de textos sobre o que tenho sentido e aprendido com cada um desses dez elementos.

Seguimos juntos.