Doe, doe, doe!

"Doe, doe, doe! Você se surpreenderá como isso retorna rápido."

Small Acts Manifesto

O Austin Kleon diz ter uma "fórmula não-tão-secreta" para se tornar reconhecido: "Faça um bom trabalho e compartilhe-o com as pessoas."

Fazer um bom trabalho não é fácil. Mas também não é o foco desse texto. Então, o que nos resta é compartilhar com as pessoas.

Quanto mais a gente compartilha, mais a gente ganha. É um fato, é humano, é social, é sistêmico. Buscamos um equilíbrio entre o dar e o receber. Quando recebemos muito, queremos compensar e entregar também.

"Faça coisas interessantes e coisas interessantes acontecerão com você", diz o pessoal da Perestroika. O que a gente dá, a gente recebe. E vale pra tudo. Trabalho, conteúdo, aprendizado, dinheiro, amor, qualquer coisa. O universo tá de olho.

Quando enxergamos o mundo pela lente das coisas e possibilidades escassas, a gente segura. Não compartilha. Não conta pra ninguém. Naturalmente, ninguém dá pra gente, também.

Quando a gente enxerga o mundo pela lente das coisas e possibilidades abundantes, a gente doa. Entrega. Espalha. Compartilha. E magicamente as coisas se tornam realmente abundantes.

Tenho vivido isso com este blog. Entregando meus aprendizados, aprendi ainda mais.

Entregue o que você pode. Sua ajuda, suas paixões, sua arte. Comece doando.

Este é um texto da série Manifesto dos Pequenos Atos. Você pode se envolver, é só praticar