Escute os feedbacks que te fazem agir

A gente sabe que feedbacks são fundamentais no processo de evolução. Mas todos nós temos medo da crítica.

Somos frágeis e precisamos de validação rotineira. Do chefe, do cliente, da instituição, da família, dos amigos, da imprensa. Somos implacáveis na busca por reconhecimento.

É por isso que fugimos de feedbacks. Na verdade, queremos nos afastar da crítica negativa. O medo de ser criticado é tão grande que deixamos de aprender ouvindo quem recebe nosso valor.

Mas feedbacks não são sobre ser positivo ou negativo. É sobre aprendizado. Todo feedback é uma oportunidade de evolução. A verdadeiro valor está naqueles que você escuta, seletivamente, e incorpora.

Existem os feedbacks que nos levam à paralisia. Não dê tanta atenção a eles. Eles costumam impedir nosso aprendizado.

Não é o feedback negativo que te paralisa. É você mesmo. Críticas verdadeiras nada mais são do que percepções e sentimentos que alguém tem sobre fatos.

Vale a pena dar atenção aos feedbacks que te fazem agir. Seja pra continuar fazendo o que você faz, seja para mudar completamente. Não importa se é uma crítica ou um elogio. O mais valioso é o movimento.

Cabe a você escutar com atenção e escolher o que vale a pena incorporar como aprendizado. E se livrar do que te deixa imóvel.

Empreender é também sobre receber. Para cada ação, para cada serviço prestado e para cada entrega de produto temos uma chance: a de sermos alimentados de novo.

Ouça todos os feedbacks. Mas escute, especialmente, os mais profundos, que te colocam em movimento.