Eu estava errado

Hoje, abri o Startup Weekend Education, em Florianópolis. Divido com você a palestra que preparei.


Há 14 anos atrás, quando eu me mudei pra Floripa, eu estava no ensino médio e achava que a escola ia me preparar pro futuro.

Eu estava errado.

Eu sempre tive um desejo interno enorme por mais liberdade e autonomia. E a escola queria me ensinar controle e obediência.

Estudei muito no Colégio Catarinense para passar no vestibular da UFSC e nunca mais precisar tocar num livro de química. Eu só queria me livrar da escola.

Então eu passei no vestibular, sai da escola e fui pra faculdade.

Eu queria escolher o que eu ia aprender. Achei que isso ia acontecer na universidade.

Eu estava errado.

Depois de uns 5 anos acordando cedo, respondendo chamadas e entregando trabalhos eu descobri que o que eu queria da vida estava fora daqueles limites.

Eu me formei, sai da faculdade e fui trabalhar.

Talvez trabalhando eu poderia, finalmente, fazer algo incrível e viver uma vida que valesse a pena.

Mas eu descobri que o emprego era a maior prisão na qual eu podia me meter.

Eu estava errado de novo.

Eu fiquei um ano me demitindo, saí do trabalho e fui empreender.

O sistema de educação passou anos me ensinando que eu deveria estar certo. E que era muito errado estar errado.

Mas eu descobri que era isso que estava errado.

Foi só depois de olhar pra mim mesmo e empreender que descobri que errar é okay.

Aprendi que somente eu mesmo podia me preparar para o futuro, errando e lidando com isso.

O verdadeiro aprendizado não está numa escola, numa faculdade, num curso. Está em mim mesmo.

Desde 2011 eu tenho empreendido. Nunca na minha vida eu aprendi tanto.

Estou lidando diariamente com as minhas limitações, meus medos e vivendo a vida que eu quero viver ao construir as soluções que eu quero ver no mundo.

Primeiro, eu quis um jeito de aprender e ensinar qualquer coisa em qualquer lugar, e assim nasceu o Nós.vc. Uma plataforma de aprendizado colaborativo e presencial.

Depois, criei com meus amigos a escola que eu gostaria de ter tido. E nasceu o Estaleiro Liberdade, uma escola pirata de empreendedorismo através do autoconhecimento, que acontece em Porto Alegre e São Paulo, onde moro.

Mais recentemente, eu quis encontrar um jeito mais rápido e leve de lançar um projeto. E assim nasceu o LAUNCH!, um programa pra transformar ideia em ação, em um mês.

Essa trajetória me transformou.

E hoje eu resolvi compartilhar os maiores aprendizados que eu tive sobre:

Como começar?
Como fazer em 54 horas?
E qual o problema com a educação?