Faça escolhas

Quando paralisamos diante de uma encruzilhada, estamos tentando evitar hipotéticas consequências ruins. Em geral, estamos projetando artificialmente o que, na verdade, é desconhecido.

Alimentamos a incerteza, nos sentimos angustiados, congelamos. Esperamos uma outra opção que, sejamos sinceros, não virá sozinha.

Na dúvida, é sempre possível respirar, tomar uma decisão e parar de se preocupar exaustivamente. É melhor escolher e pagar pra ver do que ficar esperando e sofrendo por isso.

Ainda que não seja a melhor opção do mundo, toda decisão é valiosa. A escolha que fazemos é a melhor que somos capazes de fazer, no momento, com as limitações que temos.

Decidir é o que nos leva adiante e nos traz aprendizados para fazermos melhores escolhas.