O poder da rotina

Rotina não é uma coisa necessariamente chata e enfadonha.

Rotina não é apenas acordar e fazer as mesmas coisas todos os dias.

Há um tipo muito especial e saudável de rotina. Manter um bom hábito é como um ritual. Uma prática que pode nos trazer paz e equilíbrio.

Quando você é obrigado a fazer qualquer atividade, não tem opção, ou faz algo que não te satisfaz, qualquer coisa pode ser um saco, seja rotineira ou não.

É completamente diferente de fazer aquilo que você escolheu, enxerga valor e percebe evolução. Ainda que não seja delicioso.

Se a grande motivação de qualquer rotina é o resultado e não um real desejo pelo processo, a chance de se tornar insuportável é enorme. A menos que você perceba melhorias, aprendizados e seja recompensado por isso.

Uma boa rotina não é sobre repetição. É como uma busca por ritmo e consistência. É um fluxo que engaja, engrena, e faz a gente pegar no tranco.

Uma rotina enfadonha é aquela que é chata de fazer todos os dias. Mas fazer um dia só também é.

Uma rotina saudável é aquela que sentimos falta.