Empreender é modelar

É que nem brincar de massinha.

Na medida em que você vai fazendo, vai descobrindo a forma da coisa.

Você pode começar modelando uma vaca e terminar com uma maravilhosa girafa.

Vamos amassando, tocando, puxando, descobrindo, entendendo pra onde vamos ao fazer.

O próximo passo é sempre baseado na forma imediatamente anterior.

Só é possível descobrir como fazer os detalhes depois de criar o bruto.

Se você começa com uma ideia fixa na cabeça, projetando cada detalhe do resultado final, há uma enorme chance de se frustrar. Não será uma bela vaca.

Há uma distância natural entre o que pensamos e o que fazemos.

Se você começa aberto para evoluir conforme a forma conversa contigo, você tem a chance de se surpreender. E descobrir uma vaca ainda melhor, uma girafa linda ou um belo pingüim. O seu pingüim. Ainda mais interessante do que a vaca imaginada.