Comece com algo que te dá vergonha

"Se você não se sente envergonhado da primeira versão do seu produto, você lançou tarde demais." Reid Hoffman

A Jout Jout tem 200 mil inscritos no seu canal do Youtube. Um ano depois de começar, com esse primeiro video tosco:

Você tem certeza de que vai dar play?

Seth Godin tem o blog de uma pessoa só mais lido do mundo, 18 livros e obras traduzidas em 33 línguas. O primeiro texto publicado, em 2002, é sem graça de dar dó, sobre uma situação tediosa ao fazer compras.

A Apple, bem, você conhece, começou fazendo esse rudimentar computador aqui:

O que todos têm em comum? Suas primeiras versões são ruins, mal feitas, vergonhosas. Mas eles não pararam por aí. Mais do que isso, eles continuaram, persistiram, aprenderam, evoluíram e, por isso, triunfaram.

Em geral, esperamos fazer algo que nos dê orgulho para lançar. Erro. Assim, só adiamos e atrasamos nosso aprendizado. Alimentamos o medo ou imaginamos coisas maravilhosas, sem produzir, de fato, nada.

Para fazer algo digno de orgulho é preciso fazer muitas coisas dignas de vergonha. É assim mesmo.

Os maiores empreendedores que eu conheço aprenderam a lidar com as próprias frustrações e seguiram trabalhando. Eles entenderam que a primeira versão do seu produto ou serviço é a pior. E a melhor será a próxima.