Faça você mesmo

“Quanto mais se faz, mais se pode fazer.” - Amelia Earhart

Ainda não dá pra bater escanteio e cabecear pro gol. Mas quase dá.

Esse vídeo foi a Mari Pelli que fez. Entrevistou, gravou com uma Go Pro, editou com o iMovie, subiu no YouTube e legendou com ajuda do Google, divulgou no facebook e no blog que ela mesma criou, com o Squarespace. O que antes precisava de uma rede de televisão agora é feito por uma pessoa, com a ajuda de outras milhares, anônimas, espalhadas pelo mundo.

É uma superprodução digna de Globo de Ouro? Não. Podia ser melhor? Sempre. Mas espalha a mensagem, toca as pessoas e conecta mais gente ao seu projeto, o Roupa Livre. Está feito, entregue e cumprindo seu papel. Isso é mais do que suficiente, é lindo.

“Não gosta de como algo está acontecendo? Faça você mesmo. Puto com modelo de negócio de alguém? Faça você mesmo. Começar uma banda, começar um negócio. É tudo a mesma coisa.” - Roubei essa citação que o Austin Kleon roubou. Desconheço o autor.

“Faça você mesmo” é o mantra do momento.

Não é sobre centralização, é sobre distribuição de poder. Se todo mundo pode fazer, não dependemos mais dos poucos que podiam.

Não é sobre individualismo, é sobre colaboração. Só é possível fazer a gente mesmo porque usamos a tecnologia generosamente compartilhada por muita gente.

Quanto mais a gente faz, mais descobre que pode. E mais fazemos. Vale pra tudo. É cada vez mais possível fazer você mesmo. Tecnologia e generosidade são gasolina pro nosso fogo criativo.