Para além do voto

As notas fiscais de reembolso dos nossos deputados são públicas. Mas são milhares e milhares. Um saco pra conferir uma a uma. Por isso, é muito difícil fazer.

Meus amigos Cuducos, Cabral e Irio estão criando um robô para ler e identificar possíveis casos de corrupção ou mal uso do dinheiro público. Genial.

Neste momento, estão arrecadando grana para financiar o trabalho de uma equipe inteira que vai se dedicar ao desenvolvimento dessa máquina.

A quem interessa financiar a luta contra a corrupção? Provavelmente, não interessa tanto aos nossos representantes. Esse é um legítimo interesse do povo.

Por isso, financiamento coletivo. Faltam 35 dias de campanha e 67% da meta já foi arrecadada. 

Há muito a se fazer, para além do voto a cada quatro ou dois anos. Neste domingo eleitoral, não te peço voto, mas que dê uma olhada no projeto Serenata de Amor. E, se te fizer sentido, compartilhe, apoie.