Economia Colaborativa

Desde 2011, quando iniciamos o Nós.vc, meu primeiro empreendimento, mergulhei na economia colaborativa. De lá pra cá, tenho percebido o conceito permear minha vida e de muita gente a minha volta.

Uma atividade econômica amplamente generosa, conectada e abundante nos possibilita a abertura de novos caminhos.

Sinto que, daqui pra frente, não teremos outra escolha. Precisamos desenvolver prosperidade sem aumentar a distância de poder e sem exaurir os recursos da Terra. Ou vamos padecer e nos extinguir.

Camila Haddad, uma das fundadoras do Cinese, é uma grande amiga que tocava um curso chamado Imersão em Economia Colaborativa, uma bela introdução sobre o assunto.

Nessa semana, me deparei com o material do curso, que compila os principais pontos da Economia Colaborativa e trás ótimas referências. Se você quiser se embrenhar, sugiro fortemente começar por aqui.