Manifesto do coração corajoso e partido

Sou fã da Brené Brown. Abaixo, minha tradução do seu lindo Manifesto of the Brave and Broken Hearted.


Não há ameaça maior aos críticos, aos cínicos e aos que nos amedrontam do que os que estarmos dispostos a cair.

Porque nós aprendemos como nos reerguer.

Com joelhos ralados e corações machucados, nós escolhemos nos apropriar das nossas histórias de luta, acima dos esconderijos, da pressa, do fingimento.

Quando negamos nossas histórias, elas nos definem.

Quando fugimos da luta, jamais seremos livres.

Então nós encaramos a verdade e olhamos nos olhos dela.

Nós não seremos personagens das nossas histórias.

Nem vilões, nem vítimas, nem mesmo heróis.

Nós somos os autores das nossas vidas.

Nós escrevemos nossos próprios finais ousados.

Nós criamos amor de corações partidos.

Compaixão da vergonha.

Graça da decepção.

Coragem da falha.

Mostrando nosso poder.

Nossas histórias são nossos caminhos pra casa.

Verdade é a nossa música.

Nós somos os corações corajosos e partidos.

Nós estamos nos reerguendo mais fortes.