Não tenha medo de ser você

"Não há nada errado em soar do seu tamanho. Ser honesto sobre quem você é faz um negócio inteligente, também. Linguagem é, geralmente, sua primeira impressão - por que começar com uma mentira? Não tenha medo de ser você." Jason Fried e David Heinemeier Hansson.

Eu acredito muito que, copiando, a gente pode ir encontrando nossa própria linguagem, nossa identidade. Mas apenas se este for um trabalho intenso, constante e que evolui em direção a mais autenticidade.

Se for uma cópia descarada, apenas, ultrapassamos a linha, às vezes sutil, entre se inspirar nos outros e tentar se passar por outros.

Se você quer ser ouvido, respeitado e admirado, use sua voz. Nada é mais forte, autêntico e genuíno.

Se inspire, mas encontre seu próprio tom. Carregue no seu tempero. Crie em cima do que já existe sem deixar de adicionar o seu verdadeiro valor, com toda sua energia.

Tentar parecer quem você não é causa um efeito contrário e negativo. As pessoas vão perceber e você vai ser mal visto. E, se não perceberem, vão te enxergar diferente do que você realmente é. E isso não é um bom negócio também.

Temos medo de sermos nós mesmos porque temos pavor de sermos rejeitados.

É curioso, porque sabemos que vamos falhar miseravelmente tentando nos passar por outros. Este é um caminho concreto rumo à rejeição.

A melhor forma de sermos aceitos do jeito que somos é sendo nós mesmos. Os que se identificarem, vão amar. E os que não se identificarem não são os que procuramos.

 "Sempre seja você mesmo. A menos que você possa ser um unicórnio. Aí seja sempre um unicórnio."

 "Sempre seja você mesmo. A menos que você possa ser um unicórnio. Aí seja sempre um unicórnio."