Feliz ano novo e um muito obrigado!

É virada de ano e, pra mim, é tempo de agradecer.

Pra este bloguinho, é tempo de mais um aniversário.

Já são três anos. Nos dois primeiros, se apresentando diariamente. Neste último, publiquei aos domingos.

Faça chuva ou faça sol, hoje é 31 de dezembro, noite de superlua e hoje é domingo.

Aqui estamos.

Estamos vivos, percebendo, sentindo, aprendendo. Estamos aqui.

Não é fantástico?

Sou profundamente grato por todos que vieram e se foram.

Agradeço a cada conexão, a cada email, a cada “eu te conheço”, a cada abraço, a cada olhar.

Sou grato por cada sentimento que veio e se foi. Por cada preocupação e solução, que gerou outro problema.

Por todas as dúvidas, questionamentos, incertezas. E por todo lampejo de certeza, afirmação e foco.

Eu não poderia ser mais grato por toda a vida que há em mim.

Eu não poderia ser mais grato por todo o mistério, por toda a viagem que é viver, por toda essa coisa fascinante que há entre nós.

Que em 2018, e sempre, a gente se livre da necessidade de sermos qualquer outra coisa que não seja nós mesmos.

Que a gente aceite o outro, já que ele somos nós. Que a gente se aceite.

Que a gente encontre fluxo para dar vasão aos nossos mais genuínos desejos.

Que a gente encontre em algum lugar dentro de nós mais motivos para renovar nossas esperanças. Tô me esforçando do lado de cá.

Agradeço a você, por ser quem és, por estar aqui, por estar aí, por não estar nem aí.

Feliz ano novo.