É sempre possível simplificar

"Qualquer ignorante inteligente pode fazer coisas maiores, mais complexas e mais violentas. É preciso um toque de genialidade - e muita coragem - para se mover na direção oposta.” - Ernst F. Schumacher.

É sempre possível simplificar. Aprender com o processo e diminuir os riscos.

Visitei um lugar incrível, de cinema, para a história do Cohousing.

Lagos, cozinha industrial, campos, galinheiro, cavalos, piscinas e sessenta suítes.

Um hotel fazenda pertinho da cidade, pra começar, é maravilhosamente sedutor.

Abandonado há dois anos, o aluguel baixou agressivamente.

Uma estrutura muito maior do que realmente precisamos.

E este é o perigo.

Mergulhados em uma cultura de ode à grandeza, nos deixamos facilmente levar pela ideia de que maior é melhor.

Mais bonito, mais grandioso, mais imponente.

Quase caí nessa.

Dormi e lembrei que isso também é mais complexo, mais caro, mais trabalhoso.

Começar grande é tentador, nos dá a sensação de poder, de que estamos pegando um atalho pro sucesso - seja lá o que isso signifique.

Mas há algo de belo e rico nos pequenos passos que quase passam despercebidos.

É na simplicidade, no trabalho de formiguinha, no contato um a um, no trabalho diário que o aprendizado se dá.

Nunca me esquecerei do que Larry Page e Sergey Brin diziam nos primeiros meses do Google: “não use agora, use daqui a seis meses, porque ele será melhor.” 

Começar pequeno é importante porque precisamos viver os passos rumo a uma história maior, mais complexa, talvez mais cara e trabalhosa.

Mover os músculos dos dedos, do pé e da perna é fundamental. São os pequenos movimentos que dão confiança para, no futuro, fazer uma longa corrida.

Os seis meses, anos e décadas que virão são importante para que a gente tenha aprendido com nosso processo e, aí sim, termos soluções melhores.

Sessenta suítes são absolutamente tentadoras. Mas preciso aprender a viver em comunidade com duas, três e dez famílias.

Se não conseguir fazer de forma simples, pequena, mais enxuta, dificilmente conseguirei fazer de forma mais complexa, maior e mais imponente.

“Simplicidade é a última sofisticação.”