A era da confiança, da atenção, do cuidado

Estamos vivendo o fim do networking. Ainda bem.

A gente ainda pode acreditar que fazer contatos, Linkedin e redes sociais são o caminho para o “sucesso profissional”, seja lá o que isso signifique.

Mas tudo isso é muito pouco em um mundo de abundantes e infinitas conexões.

Todo mundo está potencialmente conectado.

Então, já é mais que hora de descer um ponto de profundidade.

Cartões de visita significam tão pouco.

Branding não é suficiente.

Anúncio é quase nada.

Estamos todos cada vez mais sensíveis.

Há verdade ou uma aumentadinha?

Me apoia ou me chantageia?

É só por dinheiro ou serve ao mundo?

Estamos vivendo a era da confiança, da atenção, do cuidado.

Só há confiança quando há entrega, autenticidade e coerência.

Só há atenção quando há relevância, sentido, valor.

Só há cuidado quando há escuta, relação, empatia.