Exercendo livremente nossa esquisitice

Excêntrico é quem está fora do centro. Do comum, do controle, do topo da hierarquia. Ou seja, 99% de nós.

Já temos espaços demais para oprimir nossa autenticidade e tentar alcançar o 1%. Precisamos, agora, de espaços para exercer livremente nossa esquisitice.

Cansamos de tentar nos enquadrar. O momento é propício para acolher, incluir e aceitar o “inadequado”.

Porque o inadequado é humano, é autêntico, é real. Apesar de ser visto como “diferencial”, inadequado é apenas a estranha verdade sendo expressa.

Vamos nos conectar com a esquisitice dos outros e exercer a nossa.