Suficiência

Está tudo uma merda para quem está cheio de expectativas e ainda não chegou lá. Lá?

Ser humano é um bicho único mesmo. Quando criança, quer ser adulto.

Quando adulto, quer dinheiro, família, propósito, algo além.

Quando tem, quer mais.

Ou outra coisa.

E outra.

Podia ser melhor naquilo.

Ainda gostaria de aprender tal coisa.

Fazer de outro jeito, mudar, mexer, ajustar incoerências.

Crescer, ganhar, alavancar, impactar, alcançar, conquistar, superar.

Estamos quase o tempo todo rejeitando o presente e esperando pelo o futuro.

Um dia, a vida que temos agora foi o que mais desejamos. O dia chegou, é hoje, e então?…

Suficiência é um dos aprendizados mais importantes que se pode ter.

A percepção, a escolha, a consciência de que a vida é o que é.

E não é o que deveria ser, nem o que gostaríamos que fosse.

Suficiência não é conformismo, nem fatalismo.

É a percepção de que sofrimentos vêm e vão.

Não há fuga. Se há vida, temos sofrimentos.

Vamos lidando com o que temos.

Suficiência é abundância.

É liberdade, autonomia.

Já há o suficiente.

Já temos.

Já somos.